5 de junho de 2014

George R. R. Martin e Gardner Dozois aventuram-se em Old Venus

Depois do Marte Antigo, George R. R. Martin e Gardner Dozois propõem uma viagem até ao Vénus de outros tempos: ao steamy, swampy Venus of the SF Pulps, with its web-footed Venusians (Venerians), teeming jungles, dinosaurs, and those infamous dens of inquity in Venusburg. The Venus of Leigh Brackett, Edgar Rice Burroughs, Roger Zelazny, C. L. Moore, and Isaac Asimov que Martin descreve no seu blogue. A nova antologia, com publicação prevista para Março de 2015, intitula-se Old Venus e conta com contos de ficção científica retrofuturista de alguns dos melhores autores contemporâneos do género, como Ian McDonald, Joe Haldeman, Elizabeth Bear, Lavie Tidhar e David Brin, entre muitos outros - para além, claro, de uma introdução de Gardner Dozois. A lista completa de contos é a seguinte:

Frogheads, de Allen M. Steele
The Drowned Celestrial, de Lavie Tidhar
Planet of Fear, de Paul McAuley
Greeves and the Evening Star, de Matthew Hughes
A Planet Called Desire, de Gwyneth Jones
Living Hell, de Joe Haldeman
Bones of Air, Bones of Stone, de Stephen Leigh
Ruins, de Eleanor Arnason
The Tumbledowns of Cleopatra Abyss, de David Brin
By Frogsled and Lizarback to Outcast Venusian Lepers, de Garth Nix
The Sunset of Time, de Michael Cassutt
Pale Blue Memories, de Tobias S. Buckell
The Heart's Filthy Lesson, de Elizabeth Bear
The Wizard of the Trees, de Joe R. Lansdale
The Godstone of Venus, de Mike Resnick
Botanica Veneris: Thirteen Papercuts By Ida Countess Rathagan, de Ian McDonald

Fonte: Not a Blog

2 comentários:

Luís Filipe Silva disse...

Aqui se nota que há tantas traduções quanto tradutores :) A minha versão tuga do OLD MARS seria O VELHO MARTE ou talvez AQUELE VELHO MARTE, aquilo que se recorda com saudade mas sabemos nós já não pertence a este tempo.

João Campos disse...

Pois, mas eu não estou a traduzir o título da antologia - estou apenas a fazer-lhe uma alusão :)

E sim, voto no teu título: "Aquele Velho Marte" soa muito bem!