23 de junho de 2012

Mass Effect 3: Extended Cut DLC confirmado

É oficial: a Bioware vai disponibilizar gratuitamente no próximo dia 26 de Junho, Terça-feira, o DLC Extended Cut para o Mass Effect 3, prometendo "clarificar" o polémico final através de cutscenes e epílogos adicionais. Será porventura a resposta possível da Bioware à enorme polémica que envolveu o final do terceiro título da série, uma cedência que muito provavelmente não vai ceder grande coisa. Resta saber se esta resposta será suficiente. Pessoalmente, duvido: os problemas narrativos dos momentos finais de Mass Effect 3 são demasiado vastos para serem resolvidos com algumas sequências de vídeo. Ross Lincoln, do GameFront, resume muito bem esta questão neste artigo

De qualquer maneira, a partir de Terça-feira ficaremos a saber se a polémica se reacende ou se acaba de vez.

4 comentários:

Thanatos disse...

Vou descarregar assim que puder. O link diz erradamente que dia 26 é quinta-feira. Mais tarde no post já menciona corretamente que é uma terça-feira.

Para quem trabalha é mau... mais valia lançá-lo numa sexta. :(

João Campos disse...

Duh. Eu vi a notícia no Ars Technica também, onde eles fizeram essa confusão; nos comentários, fartaram-se de gozar com isso... e o meu sono fez o resto. Obrigado!

Eu também descarregarei assim que puder. Infelizmente, não tenho muita esperança que este DLC consiga resolver os muitos problemas do ME3.

Thanatos disse...

Estupendo! Acabei de descobrir que para os parentes pobres (ou seja, quem tem PS3 e vive na Europa) o DLC só está disponível a 4 de julho.

João Campos disse...

Pois, já ouvi dizer. Eu já o saquei (jogo em PC), mas ainda não o testei. A minha primeira Shepard acabou o jogo com um EMS relativamente baixo, estou a ver se melhoro a coisa num segundo playthrough que se tem arrastado no último mês e meio (comecei no ME1 e arranjei todos os DLC relevantes do ME1 e do ME2).

Mas é claro que já vi no YouTube o final-surpresa. Que apesar de ser uma opção interessante, não deixa de ser a Bioware a mandar os clientes à merda. Pessoalmente, entendi a mensagem.

Se a Blizzard não safar a coisa com o Heart of the Swarm, acho que me viro definitivamente para as produtoras independentes.