8 de janeiro de 2013

Cinema fantástico: as estreias de 2013 (6) - Pacific Rim

Para minha surpresa, Pacific Rim é o filme que aguardo com mais expectativa. A surpresa reside em dois factos distintos. O primeiro, apesar de ter alguma curiosidade para com os subgéneros kaiju e mecha, tão populares no Japão, nunca me atraíram de forma significativa no contexto da ficção científica. O segundo, por à partida - e com um preconceito que assumo sem complexos - uma qualquer descrição simples (ou simplista) do filme me levar a descartá-lo como mais um grande blockbuster feito mais a contar com efeitos especiais grandiosos e um 3D desnecessário para conquistar as bilheteiras na guerra de blockbusters de Verão. A diferença, porém, é que Pacific Rim não é realizado por um Michael Bay da praxe, mas por Guillermo Del Toro - que, na última década, realizou duas adaptações muito boas de Hellboy e o extraordinário El Labirinto Del Fauno - e esteve quase a realizar também a adaptação cinematográfica de The Hobbit. Imaginação não lhe falta, e é por isso que, mesmo antes de ver o primeiro trailer, já tinha alguma esperança de que Pacific Rim fosse mais do que um mero filme de monstros e robots gigantes - dito de outra forma, que fosse um filme de monstros e robots gigantes com uma narrativa interessante e personagens com alguma densidade. 

O trailer divulgado em Dezembro último surpreendeu a Internet gamer ao mostrar algo tão familiar como inesperado: a voz Ellen McLain no seu brilhante papel de GlaDOS, a extraordinária inteligência artificial vilã dos videojogos Portal e Portal 2, da Valve. Perdoem os leitores não familiarizados com os jogos a adjectivação excessiva, mas esta acaba por se revelar escassa para descrever a qualidade do voice acting de McLain. A voz de GlaDOS está incorporada nos mechas de Pacific Rim - ao que consta, Del Toro é fã dos jogos e decidiu apelar directamente a Gabe Newell, o patrão da Valve. Se o facto de o filme ser realizado por Del Toro já me estava a interessar, a voz de GlaDOS e a qualidade do trailer conquistaram-me em definitivo.

Até ao momento, a expectativa para com Pacific Rim já me levou a começar a ver (finalmente) uma das mais populares séries anime do género: Neon Genesis Evangelion. A estreia está prevista para Julho de 2013. Abaixo, o mais recente trailer, apresentado na CES 2013.

4 comentários:

André Pereira disse...

Quando vi o trailer e ouvi a voz entrei em tal êxtase. Mas o Guillermo já veio dizer que vai alterar os filtros da voz da GlaDOS na versão do final.

E que tal, não? Está boa como está! A menos que fique em batata.

João Campos disse...

Cá para mim, haverá uma cena após os créditos finais em que se houve a GlaDOS a cantar a "Still Alive" num dos Jaegers destruídos.

... o que, diga-se de passagem, seria o suficiente para eu aplaudir de pé, independentemente da qualidade do filme :)

André Pereira disse...

A terra destruída... a chuva cai...


This was a triumph...

João Campos disse...

:)